Google+ Followers

terça-feira, 8 de março de 2011

3º Trailer Documentário Vira-latas Os verdadeiros cães de raça HD




Uma vez eu escrevi um artigo onde eu dizia para os leitores que se eles quisessem um pet (e não um cão de trabalho) que adotassem-os de abrigos e ongs ao invés de adquirirem cães de raças. Nada contra cães de raças. Tudo contra os VENDEDORES DE CÃES TRAVESTIDOS EM CRIADORES DE CÃES. Todo criador profissional concorda que esses ditos criadores que só pensam em vender apenas para obter o seu lucro, prejudicam a raça em questão e também prejudicam a imagem do criador de cães sério e ético . Também escrevi nesse mesmo artigo que o que faz um cão feliz não é a roupinha que você compra pra ele, nem a frequencia dos banhos e tosas e tampouco os acessórios caninos. Mas sim o passeio que você faz com ele, a atenção que você dá a ele, o carinho e o cuidado. Conheço inúmeras pessoas que se dizem loucas por cães, mas nem sequer passeiam com eles e não dão o minimo de atenção. Apenas ficam como depósitos dos desejos do dono, que é qualquer outra coisa projetada no cão, mas menos ter um cão de fato (Freud explica).
Na época eu escrevia em dois jornais e fui veemente criticado pelos dois jornais apenas por ter dito algo que segundo os dois jornais, vai contra o propósito dos anunciantes, que é, vender roupinhas, acessórios e outras inutilidades para saciar o desejo do dono e o bolso da pet shop. 
Como não sou garoto propaganda de ninguém e minha coluna não é outdoor, fiz o que qualquer pessoa ética com a profissão faria. Saí dos dois jornais.
Omitir informações importantes sobre a relação dono cão em detrimento do que vende, NUNCA FOI A MINHA PRAIA.
E deixo claro para os dois jornais que isso não faz de mim um cara CHATO, UM CARA DEPRESSIVO, UM CARA NEGATIVO e tantas outras besteiras que eu escutei. Isso faz de mim uma pessoa saudável, que não está preocupada em apenas vender o seu peixe, mas sim preocupada de fato com as relações, afetos e valores que estão sendo estabelecidos com os animais na contemporaneidade.


Fica aqui o meu desabafo.


Um grande abraço a todos!

21 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom o que vc colocou, o mercado pet está precisando de pessoas assim, pois nós como consumidores estamos cansados de sermos enganados. Parabéns. Sempre leio os seus artigos. Continue escrevendo, nunca desista!
Abraço
Claudio - São Paulo Capital

Claudia Estanislau disse...

Ivan nem imagina dos locais que tive que virar costas para me manter fiel aos meus princípios e porque esses (princípios) colocam SEMPRE os cães e os interesses dos mesmos em 1º lugar e para que os donos parem de ser enganados pela máquina de fazer dinheiro que se move à volta dos cães. Tenha orgulho em si, eu tenho! Parabéns pela sua atitude!

Ivan Chitolina disse...

Muito obrigado pela força Claudio e Claudia. Eu continuarei escrevendo e continuarei a colocar aquilo que eu vejo que realmente importa. Quer as pet shops gostem ou não, quer alguns donos gostem ou não e quer alguns donos de jornais gostem ou não.
Valeu!
Abração

David M. Albuquerque disse...

Muito bom esse documentário.
Sobre o que você escreveu acima eu coloco que os jornais precisam vender, assim como qualquer outra mídia. Mas perder uma pessoa que escreve coisas que faz o leitor sair um pouco de lugar e pensar melhor...Não é uma atitude madura de nenhum jornal. Como leitor de jornal eu gosto dos artigos que trazem criticas a sociedade e nos faz pensar.
Sou leitor do seu blog por causa disso.
Abraço
David M. Albuquerque - São Paulo - Capital

Giovana disse...

Ivan,
Adoro causas nobres e a sua é uma delas!!! Não é fácil lutar com um mercado que visa o lucro acima da vida. E mais, não é fácil encontrar pessoas de princípios que prezam pelos animais. Mas vc, as pessoas que comentam neste seu Post e o documentário que vc divulgou nos faz crer que no mundo há sempre pessoas de bem que, não se deixam corromper. Parabéns.

Anônimo disse...

Ivan:

Quando somos autênticos, corremos o risco de desagradar algumas pessoas. pois, a "negociata, Capitalista, turva a visão de muitos"...Friedrich Wilhelm Nietzsche..."

As pessoas deveriam, entender que o que mais importa para os cães, neste caso, não são os "brinquedinhos", os shampoos, importados, as coleiras "falantes", e todas as baboseiras criadas e inventadas, por um mercado quase sempre perverso. o mais importante para os cães é o relacionamento responsável que devemos vivenciar com eles. Na minha opinião quem gasta dinheiro com baboseiras para os seus animais, está projetango nos seus pets algo mal resolvido, um problema quem sabe até mesmo de ordem psicológica, etc.

Por isso, façamos o seguinte:

Publiquemos mais e mais mnatérias ricas como esta, e ao invés de gastarmos um dinheirão com tais baboseirinhas e banhos de chocolates com os nossos cães, que possamos comprar um bom par de tênis e passear muito com os nossos peludos...

Termino assim o meu apoio incondicional com aquilo que você postou...

Mas quero encerrar com a velha frase do mestre Nietzsche:

"Da escola de guerra da vida: o que não me mata, torna-me mais forte." Por isso continue!!!!

Moisés.

Um forte abraço

Moisés.

Ivan Chitolina disse...

Coloco aqui os meus agradecimentos a você Moises pelas belas e pensadas palavras que vc disse.
Confesso que concordo com vc, gaste comprando um belo par de tênis e use-o para passear, treinar e correr com o seu cão. Isso faz dele muito mais cão.

Obrigado por todos vocês serem leitores desse espaço.

Abração

Ivan

Alexandre Potascheff disse...

Ivan,

Parabéns pelo post-desabafo.

O trabalho de um jornal é informar e a linha editorial NUNCA deve ser definida ou mesmo influenciada pelo departamento comercial. São publicações como os citados jornais que depreciam a profissão do jornalista.

Alêm disso, alertar as pessaos para as reais necessidades de um cão (exercício, atividade mental - adestramento - e carinho) nunca é demais.

Parabéns mais uma vez. Continue com o bom trabalho.

Alexandre Potascheff, amigo e cliente.

Jadlog disse...

Parabéns Ivan pelo seu sucesso, não desista de escrever e de lutar pelos seus ideais.
Um abraço
Dri

Fernando disse...

É isso aí, Ivan!
Pior que esse "racismo" é a falta de ética e a parcialidade de um veículo de informação. Sorte q ainda encontramos profissionais éticos e competentes para nos ajudar... isso significa profissionalismo! Nem preciso dizer que não se escolhe raça de amigo, não é mesmo?

Abraço!

Ivan Chitolina disse...

Pois é. Eu não digo que seja anti-ético um jornal vender. Ele depende dos anúncios para rodar. Isso é uma coisa indiscutivel.
Mas um Jornal precisa ter um corpo editorial REAL, que atue independente do departamento comercial do jornal. Nesse aspecto eu concordo com o meu amigo Potas que trabalha na área e sabe o que está dizendo. Repito aqui as palavras dele.

"O trabalho de um jornal é informar e a linha editorial NUNCA deve ser definida ou mesmo influenciada pelo departamento comercial"

Obrigado pelo apoio de todos.

Fernando disse...

Qdo citei a falta de ética não me referia ao jornal, e sim a de profissionais que, para simplesmente manter um espaço num veículo de informação, acaba contradizendo ao profissionalismo... qto ao jornal seria apenas a parcialidade por defender idéias apenas comerciais... era isso!

Abraço

Ivan Chitolina disse...

Perfeito Fernando!

MBS disse...

Concordo perfeitamente...Vira lata é muito importante!!
E são muito fofos tanto quanto os de raça!!

Emmanuelle disse...

Concordo com vc!
parabéns por seguir seus ideais! Tenho olhado sempre o seu blog e gosto muito. Conheci através da Maravilhosa Claudia Estanislau.
:)

Ivan Chitolina disse...

Muito obrigado Emmanuelle pelas palavras e pelos elogios ao blog. Continue acessando e comentando e caso tenha alguma sugestão como tema a ser desenvolvido no blog, sinta-se a vontade. Também gosto das colocações da Claudia Estanislau e sigo o blog dela.

Abraço

Thais e Fàbio disse...

Após acompanhar seu trabalho como clientes, pudemos perceber que, realmente, o mais importante para o cão é o foco de atenção e carinho q seu dono oferece. Não há nenhum bem material, nenhuma frescurinha de pet shop q substitua isso. E, por falar nisso, o Shazan, nosso shitzu, brinca com um garrafinha de plástico vazia e é super feliz! Hahahha

Na verdade, acho q devemos estar sempre nos policiando na tentativa de evitar este consumismo q o mercado insiste em colocar a nossa vontade. É tão bom viver uma vida simples...

Ivan, ótimo trabalho... Continue certo de suas convicções! E assim estaremos acompanhando!

Abraços,
Thais e Fábio

Anônimo disse...

Ivan... e eu diria mais:
A oferta de produtos pet contribui muito para a criação das questões de antropoformismo dos cães pelo simples fato de poder desencadear ações e comportamentos em proprietários que, a priori, poderiam não ter tais opções. Ou seja, a simples existência de tais produtos transforma uma iniciativa de tratamento humanitário dos cães em tratamento antropofórmico, salientando os reconhecidos prejuizos aos cães e aprofundando as questões de transtornos emocionais e afetivos dos tais proprietários. Quem ama, faz o que é preciso ser feito, não o que acha "bacaninha" fazer... Parabens pela postura! JOTA - Canil Wolf´s Garden - Sorocaba.

Anônimo disse...

Ivan... e eu diria mais:
A oferta de produtos pet contribui muito para a criação das questões de antropoformismo dos cães pelo simples fato de poder desencadear ações e comportamentos em proprietários que, a priori, poderiam não ter tais opções. Ou seja, a simples existência de tais produtos transforma uma iniciativa de tratamento humanitário dos cães em tratamento antropofórmico, salientando os reconhecidos prejuizos aos cães e aprofundando as questões de transtornos emocionais e afetivos dos tais proprietários. Quem ama, faz o que é preciso ser feito, não o que acha "bacaninha" fazer... Parabens pela postura! JOTA - Canil Wolf´s Garden - Sorocaba.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com vc ivan. Roupinhas não fazem os cachorros felizes, mas sim, passeios, carinho, brincadeiras com seu dono, buscar a bolinha, comida de boa qualidade, andar, correr e rolar na grama, cão é cão e acho que muitos donos projetam seus medos e frustrações que tiveram com seus filhos (0u os filhos que não tiveram)nos seus cães causando problemas sérios de ocmportamentos. Sobre os jornais... vc não precisa deles pra viver e não precisa do apoio de nenhum pet shop que só pensa no lucro.

abraços; Carol Adestradora

Anônimo disse...

ERRATA: *PROBELMAS DE COMPORTAMENTO.

Carol Adestradora