Google+ Followers

terça-feira, 19 de junho de 2012

Proibir a raça Pitt-Bull? Exterminá-la?

Pois é, estão querendo criar uma lei para que todos os cães da raça Pitt-Bull sejam castrados. A consequência disso a longo prazo é o desaparecimento da raça. Com base nisso, faço aqui breve reflexões:
É correto associar agressividade canina com uma determinada raça?
Todas as outras raças estão isentas de agressão? 
Somente os Pit-Bulls atacam seus donos?
A consequência para um dono irresponsável, que abandona, maltrata e muitas vezes assassina o próprio cachorro deve continuar sendo cestas básicas e trabalho "voluntário"? 
Alguma coisa está muito errado nisso tudo, não acham? 
Opinem, deixem os comentários, participem. 




Um grande abraço a todos os leitores do blog.

Ivan Chitolina

2 comentários:

Maria de Lourdes disse...

Deve-se criar leis bem severas para quem maltrata os animais.E para quem mata,tem que trabalhar pesado em uma cadeia por vários anos.

Ivan Chitolina disse...

Você tem razão Maria de Lourdes. As leis em relação a proteção animal no Brasil são muito brandas. Deveria sim serem mais justas, mesmo porque, em estudos sobre as psicopatologias entende-se que atos de crueldade contra animais em alguns casos, estão relacionados mais tarde com crimes hediondos cometidos em outras pessoas. Obrigado pelo seu comentário. Abraço