Google+ Followers

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Reflexão sobre a Profissão - Por Ivan Chitolina



A pessoa que escolhe treinar cães, deve questionar-se sobre essa motivação. Muitas vezes ela pode carregar uma frustração de não ter autoridade e autonomia sobre a sua própria vida, de forma que poderá transferir para o treinamento a impotência perante este conflito; resultando em um treinamento opressor, autoritário e muitas vezes sádico.

Por outro lado, humanizar os cães (antropomorfismo) também é um grave erro. Por que ter um cão e desejar que ele se comporte como um humano?
Tais condutas extremadas, em nada favorecem para a criação de um vínculo saúdavel com os cães, causando-lhes sérios desvios de conduta.


Ivan Chitolina - Educador Canino

Nenhum comentário: