Google+ Followers

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O cão não protege a comida porque ele é dominante e tampouco porque você não é o líder. Simplesmente alguns indivíduos aprendem a proteger a comida porque ela é um recurso importante para a sua manutenção e sobrevivência. Tirem essa idéia de que ele faz isso porque é dominante ou se ele deixa de fazer é porque ele é submisso. 

 De forma generalizada, equivale a uma organização social complexa de alguma espécie, defender fielmente o território do qual convive, pois o perímetro possui recursos importantes para a manutenção e a sobrevivência do grupo.

Abaixo algumas dicas do colega e adestrador André Barreto sobre o assunto, as quais achei bem didáticas e fáceis de entender sobre como fazer o manuseio correto nos filhotes para evitar que ele desenvolva esse comportamento.

Acrescento aqui que se você utiliza o clicker no treinamento do seu cão, você pode e deve clicar para os comportamentos que deseja capturar, mencionados no artigo abaixo.

Eu uso o clicker e recomendo! 

Ivan Chitolina

O presente artigo foi publicado na Revista Cães & Cia.
Edição: 377

Evitando a Agressividade por Posse de Comida

Ensine o seu cão a esperar pela comida: este exercício se aplica a cães filhotes e adultos.
Com a embalagem de ração e o comedouro sobre uma mesa, chame o cão pelo nome. Somente se ele permanecer parado ponha a refeição completa no comedouro e abaixe o comedouro lentamente até encostar no chão. Após isso, permita que o cão se aproxime do comedouro (a ração vale como uma recompensa pelo comportamento calmo do cão). Caso ele venha muito rápido coloque imediatamente o comedouro sobre a mesa sem nada dizer e aguarde alguns segundos. Repita o exercício até o cão se dirigir ao comedouro sem demonstrar alta excitabilidade. Este é um exercício para praticar sempre, por usar a comida (a sobrevivência do animal) como uma recompensa pelo comportamento calmo no momento da alimentação. 

Comer sem excitação: este exercício é preventivo, exclusivo para filhotes. Praticado regularmente evita o desenvolvimento de excitação e agressão na hora de comer.
Divida a quantidade de ração a ser servida em, pelo menos cinco porções e deixe-as sobre uma mesa. Ponha o comedouro vazio no chão e permita que o filhote o cheire. Se ele não latir, pular ou rosnar, coloque a primeira porção no comedouro. Enquanto ele come, sirva as porções restantes, uma por vez, fazendo carinho no corpo do cão, mas sem atrapalhá-lo.

·         Permita que o filhote coma eventualmente uma das porções na sua mão

·         Se ele demonstrar excitação latindo, ignore-o e tente servir novamente as próximas porções após alguns segundos, quando ele estiver mais calmo

·         Sempre que possível, mexa no cão e faça carinho nele, para mostrar que não há razão para ele proteger a comida.

Dicas Gerais:

·         Alimente o cão sempre no mesmo horário e local – ele se sentirá mais seguro.

·         O ambiente deve estar calmo – não deve haver presença de muitas pessoas ou outros animais.

·         Não alimente o cão em lugares pequenos, estreitos, embaixo de móveis ou dentro da casinha – as chances dele morder são maiores.

·         Não alimente o cão se ele estiver pulando, latindo ou resmungando – dê as costas e retorne quando ele parar. Quanto mais ansioso, maior a chance de ele morder.

·         Retire o comedouro quando o cão acabar de comer ou 10 minutos depois de ter servido a refeição – com falta de atividade física e mental, alguns cães podem passar a proteger a comida como atividade ou para chamar a atenção.

·         Nunca revide o comportamento agressivo – o cão pode começar a antecipá-lo nas próximas vezes.






Nenhum comentário: